quarta-feira, 26 de maio de 2021

"A Música Moçambicana a Gostar dela Própria" IV / "Mozambican Music Enjoying Itself" IV

Porque a Associação Beira-Mar, da Ilha da Cabaceira Pequena, precisa da ajuda de todos nós... e este é o Melhor Património de Moçambique... as suas Gentes.

Muito Grato ao Amigo Tiago "Velhinha" Pereira pela edição e ajuda na disseminação destas mensagens e apelos.



"A música moçambicana a gostar dela própria.

Num esforço conjunto e com grande generosidade do Marco Valente e da Ana Joao Antonio que em Moçambique com os recursos possíveis, têm gravado a música que encontram. 

Aqui as mulheres da  Associação Beira Mar, da Ilha da Cabaceira Pequena,  estão a pedir para que venham Turistas, porque o Grupo  precisa disso, pois apenas vivem da pesca e do turismo e devido à pandemia os turistas já não vêm mais.

Como se percebe estas práticas nunca são estanques e vão se mudando e alterando conforme os tempos e as dinâmicas."

Tiago Velhinha Pereira - Director Artístico do Projecto


Because the Beira-Mar Association, on the island of Cabaceira Pequena, needs the help of all of us ... and this is the Best Heritage of Mozambique ... its People.

Very Grateful to our Friend Tiago "Velhinha" Pereira for editing and helping to disseminate these messages and appeals.


"Mozambican Music Loving Itself.


In a joint effort and with great generosity by Marco Valente and Ana Joao Antonio who in Mozambique with the possible resources, have recorded all the music they find.

Here the women of the Beira Mar Association, on the island of Cabaceira Pequena, are asking for Tourists to come, because the Group needs this, as they only live off fishing and tourism and due to the pandemic, tourists no longer come.

As you can see, these practices are never watertight and are evolving and changing according to time and its dynamics. "

Tiago Velhinha Pereira - Artistic Director of the Project


A Ligação para o Vídeo / The Link for the Video:

https://vimeo.com/555098005?fbclid=IwAR2N23jCOgC58idjHiiGloKSLa31aXB53kHs9Heg5OMBGF6e6z-K8AqTOic

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Petition Online for the "Defense of the National Archaeological Patrimony of Portugal"

 A great honor to have the "Petition for the Defense of the National Archaeological Patrimony" divulged in India, by our esteemed colleagues and friends.

In their own words:

"Marco Valente's Petition Online for the 'Defense of the National Archaeological Patrimony of Portugal' is a real effort to save the heritage not only of our country but of the world.

We are with Marco Valente and his colleagues and co-workers who are fighting for this noble cause."

We Stand Together Fighting the Rightful Causes!

Uma grande honra ter a “Petição para a Defesa do Património Arqueológico Nacional” divulgada na Índia, pelos nossos estimados colegas e amigos.

Em suas próprias palavras:

“A Petição Online de Marco Valente para a 'Defesa do Património Arqueológico Nacional de Portugal' é um verdadeiro esforço para salvar o património não só do nosso país mas do mundo.

Estamos com Marco Valente e seus colegas e colaboradores que lutam por esta nobre causa ”.

Estamos juntos lutando pelas causas justas!


https://www.academia.edu/44905603/Petition_Online_for_the_Defense_of_the_National_Archaeological_Patrimony_of_Portugal_

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Which Patrimonies for the Future Generations? / Que Patrimónios para as Futuras Gerações?


No artigo presente, o autor pretende, através da apresentação de alguns casos (Portugal, Líbia, Índia, Nigéria, Moçambique) ocorridos recentemente, de atentados patrimoniais - centrando-se no caso Português, demonstrar a necessidade de uma Autoridade Reguladora Internacional, que defenda o Património em si, mas também todos os seus Profissionais. Trabalho que se encontra a ser efectuado presentemente pelo Conselho de Directores da ICCIRA e por centenas dos seus Embaixadores Voluntários espalhados pelos quatro cantos do Mundo.

In the present article, the author intends, through the presentation of some cases (Portugal, Libya, India, Nigeria, Mozambique) that occurred recently, of patrimonial destructions - focusing on the Portuguese case, to demonstrate the need for an International Regulatory Authority, which defends the Heritage itself, but also all of its Professionals. Work that is currently being carried out by the ICCIRA Board of Directors and by hundreds of its Volunteer Ambassadors spread across the four corners of the world. 

Disponível online em: https://www.iccira.org/wp/?p=1876

sábado, 17 de outubro de 2020

"A Música Moçambicana a Gostar dela Própria" III / "Mozambican Music Enjoying Itself" III (ANGARIAÇÃO DE FUNDOS PARA O PROJECTO / CROWDFUNDING FOR THE PROJECT)


Damos assim início ao Crowdfunding para o Projecto "A Música Moçambicana a Gostar Dela Própria", por forma a obtermos uma câmera de filmar no valor de 700€  - seguir o link abaixo por forma a poder contribuir.

Tal possibilitará dar a dignidade às pessoas que compartilham assim conosco a sua musicalidade, cortando os efeitos do vento e do eco, obtendo uma melhor sonoridade.

E a riqueza e musicalidade dos Moçambicanos é simplesmente Maravilhosa, como certamente verão neste Projecto.

Grato a todos os que possam contribuir com algum valor, partilhar este recolha de fundos e assim ajudarem também a que o projecto cresça um pouco mais.

Bem hajam


We thus started Crowdfunding for the Project "Mozambican Music Enjoying Itself", in order to obtain a 700 € film camera - following the giving link bellow in order to make a contribution.

This will make it possible to give the dignity to people who share their musicality with us, cutting off the effects of wind and echo, obtaining a better sound.

And the wealth and musicality of Mozambicans is simply Wonderful, as you will certainly see in this Project.

I am grateful to everyone who can contribute with some value, share this collection of funds and thus also help the project to grow a little more.

Many, many Thanks with all my heart

https://marcopvalente.wixsite.com/mmagdp



"A Música Moçambicana a Gostar dela Própria" II / "Mozambican Music Enjoying Itself" II

 A Música Moçambicana a Gostar Dela Própria está agora presente no Facebook, com uma página própria, onde pretendemos ir apresentando o evoluir do Projecto.

Esperamos que gostem.


Mozambican Music Enjoying Itself is now present on Facebook, with its own page, where we intend to present the evolution of the Project.

We hope you might all enjoy.

https://web.facebook.com/MarcoPauloValente




sexta-feira, 4 de setembro de 2020

"A Música Moçambicana a Gostar dela Própria" / "Mozambican Music Enjoying Itself"


 


"Patu da Fátima Assane Amade e Maimuna Jamal Chande, cantam em Português e  Macua, foram gravadas em Pemba, Cabo Delgado, Moçambique e são a primeira gravação deste grande novo projecto com a produção de Marco Valente, que está Mocambique e tem um grupo de pessoas a gravar o mais que puder para nos enviar.

Sejam bem vindos à Música Moçambicana a gostar dela própria."

- Tiago "Velhinha" Pereira


Gravado em Pemba, Cabo Delgado, Moçambique a 9 de Agosto de 2020
Realização e Som: Ana António João Valente
Direcção Artística: Tiago Pereira
Produção: Marco Valente



"Patu da Fátima Assane Amade and Maimuna Jamal Chande, sing in Portuguese and Macua, were recorded in Pemba, Cabo Delgado, Mozambique and are the first recording of this great new project with the production of Marco Valente, who is in Mozambique and has a group of people to record as much as he can to send us.

Welcome to Mozambican Music enjoying itself."

- Tiago "Velhinha" Pereira -


#project #production #music #people #art #film


Link

https://vimeo.com/453795792?fbclid=IwAR3Tpl76rltCRqiHDPPRc4lyOVv05MV2Z6YdT18tSVp69RZmT1eh88tGBQk

terça-feira, 7 de abril de 2020

600 numismas da Horta da Misericórdia (Faro): escavações arqueológicas da professora Teresa Júdice Gamito


Resumo
Este artigo baseia-se na dissertação de mestrado do autor e no catálogo geral dos cerca de 600 numismas, datáveis entre tempos hispano-romanos e o Estado Novo, encontrados nas escavações arqueológicas da responsabilidade da Professora Teresa Júdice Gamito e tidas na Horta da Misericórdia (centro histórico de Faro), entre os anos de 1983 e 2000.
Palavras-chave: Horta da Misericórdia (Faro); perda monetária; ligações comerciais; moeda
fracionada.


Abstract
This article is based on the author’s master’s dissertation and the general catalog of the approximately 600 coins, dating between Hispano-Roman times and the Estado Novo, found in the archaeological excavations of the responsibility of Professor Teresa Júdice Gamito, held in Horta da Misericórdia (historic center of Faro), between 1983 and 2000.
Keywords: Horta da Misericórdia (Faro); monetary loss; business connections; fractional
currency.


Available at: https://www.academia.edu/42330218/600_numismas_da_Horta_da_Miseric%C3%B3rdia_Faro_escava%C3%A7%C3%B5es_arqueol%C3%B3gicas_da_professora_Teresa_J%C3%BAdice_Gamito